Aquele amor

Não corra atrás das borboletas; plante uma flor em seu jardim e todas as borboletas virão até ela.


Quando tenho saudade o tempo parece voltar atrás
Todo amor que tenho vem pra realidade de te esquecer jamais
Todo aquele sentimento de culpa ,jamais temerei
Por que sei que do teu amor sempre me aliviarei.

Quando vem a saudade eu sei que sempre te amarei
Não daquela forma exata e desesperada
Mas sim do jeito mais simples e formal
Hoje eu sei que o que sentia não passava de uma simples ilusão do meu coração.

Todo amor que eu senti por você não foi em vão
Pois com esse amor aprendi a escutar meu coração
Aprendi que amar dói quando não correspondido
Aprendi que abrir o peito a fogo não é nada bom.

Com o seu amor eu aprendi que eu precisava mais de você do que de mim mesmo
Então me desliguei ,hoje eu não vivo a você
Hoje eu vivo a mim
Hoje eu sou assim.

E me orgulho de dizer que eu não te amo mais,
Não como antes
Hoje o que eu sinto por você é apenas amizade
Você me ensinou muito sem nem ao menos saber.

Hoje eu sou grato a você por me mostrar o meu verdadeiro amor
O amor a mim mesmo
E o amor que eu posso dar a quem me ama e me quer bem
O amor que eu não te dei.
.

  1. gravatar

    # by Jessica - 19 de maio de 2009 17:05

    Não tem nada melhor que o amor proprio...

    Muito lindo, pra variar... xP

  2. gravatar

    # by Tatinha Rodrigues - 20 de maio de 2009 02:28

    Quero um dia poder dizer isso, sem nenhuma dúvida dentro de mim. Eu já cheguei a pensar assim, mas ainda havia dúvida em mim. Depois de um tempo a certeza do amor voltou ao meu peito, esse amor não corrrespondido que só machuca. Desejo profundamente poder fazer das suas palavras as minhas.

  3. gravatar

    # by Daani - 20 de maio de 2009 08:29

    Que lindo seu texto.
    - Mais antes de amarmos verdadeiramente uma
    pessoa temos que nos amar primeiro.
    Beeijos

  4. gravatar

    # by Juliana Rodrigues - 20 de maio de 2009 08:46

    Eu já disse,mas repito.
    Você escreve muito bem.PARABENS
    ;DDDD
    Belo texto. ;D

  5. gravatar

    # by ameninamulher - 20 de maio de 2009 11:25

    O importante é que você aprendeu a se amar em primeiro lugar!
    :)
    Beijos,
    Luciana

  6. gravatar

    # by Aldemir Supremo - 20 de maio de 2009 18:51

    Se amar é tão bom porque temos que sofrer tanto



    Aldemir Supremo

  7. gravatar

    # by Sonia Schmorantz - 23 de maio de 2009 00:02

    Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos. Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho deles.

    A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o ciúme, que não admite a rivalidade. E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos! Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto minha vida depende de suas existências...

    A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem. Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida. Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto gosto deles. Eles não iriam acreditar.

    Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem que estão incluídos na sagrada relação de meus amigos. Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e não os procure. E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são necessários, de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque eles fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí e se tornaram alicerces do meu encanto pela vida.

    Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado. Se todos eles morrerem, eu desabo! Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles. E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu bem estar. Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.

    Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles. Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima por não estarem junto de mim, compartilhando daquele prazer...

    Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo, andando comigo, falando comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos!

    Autor: Paulo Santana

    Um lindo final de semana!
    Abraço

  8. gravatar

    # by Ademerson Novais - 24 de maio de 2009 22:19

    Passar por aqui é se inundar...se afundar em sentimento grossos...fortes....imensos..poderosos...vcs os desfia tão bem e com tamanha facilidade que os olhos deslizam na tela como se tivesse assistindo a um filme....

    Parabens amigo...


    Ademerson Novais de Andrade

  9. gravatar

    # by jumentrix.com.br - 26 de maio de 2009 17:19

    =] Muito bom o blog!! parabéns...
    textos como este enchem nossa vida de alegria...
    vou voltar mais vezes aqui ...

    ;D

    abraços t+

Por favor, evite comentários como "Que Blog legal", "Gostei do Post", "Adorei o Blog", "Continue assim".Se estamos aqui é para escrever algo criativo por que somos capazes. Basta ter força de vontade e ler !
Comentário já uma forma de divulgação.
Comentários com links seram recusados no ato.
Abraços e uma ótima leitura.

Bruno Alves