Escolhas...

Apressa-te a viver bem e pensa que cada dia é, por si só, uma vida. Séneca


Escolha
A sua escolha!
Consulte a outros para melhor decidir
Mas, decida primeiramente por você
Pelos seus ideais
Por aquilo que acredita ser o certo

Ouça seu coração
Não se baseie apenas nele
Pois, o coração do homem é enganoso
E suas emoções
São tão constantes quanto o vento
Que vaguei pelos quatro cantos.

Consulte também a razão, a lógica
Mas, sem perder a fé
Sem deixar de acreditar
Que tudo é possível ao que crê

Ande com os pés no chão
Mas, não perca o dom de sonhar
Coisas maiores do que você.
Os sonhos tornam a vida bela,
E é uma das engrenagens da vida.

Mova-se na direção dos seus objetivos
Sem deixar acabar o combustível
Que é a esperança.
Mantenha o coração calmo
Brando e equilibrado.

Quando sentir que não agüenta mais;
Um lugar tranqüilo te aguarda.
Respire fundo, feche os olhos
E escute a voz Daquele que te conhece.

Esvazie teu coração da ira,
Impaciência, ansiedade
E deixe-se encher pela paz
Que somente o Criador é capaz de te dar
Deixe-se envolver por tão grande amor.

Agora, então,
Depois das forças renovadas,
Após o foco redirecionado
Você pode continuar
E viver!
.

  1. gravatar

    # by EDUARDO POISL - 18 de novembro de 2009 01:57

    Como sempre uma linda poesia.
    Abraços

  2. gravatar

    # by Bruno Alves - 18 de novembro de 2009 17:18

    As palavras vindas do coração sempre nos trazem uma bela mensagem a ser entregue de coração para coração !

  3. gravatar

    # by Aldemir Supremo - 18 de novembro de 2009 22:05

    maravilhoso muito bom deu até um "up" rsrsrsr parabéns, belas palavras joyce.

  4. gravatar

    # by Will - 18 de novembro de 2009 23:26

    Belo poema e excelente conselho. Parabéns!

Por favor, evite comentários como "Que Blog legal", "Gostei do Post", "Adorei o Blog", "Continue assim".Se estamos aqui é para escrever algo criativo por que somos capazes. Basta ter força de vontade e ler !
Comentário já uma forma de divulgação.
Comentários com links seram recusados no ato.
Abraços e uma ótima leitura.

Bruno Alves